separate
Carioca, devoradora de bacon, estudante de RI com fortes tendências geeks, mochileira de carteirinha, viciada em pinterest e sonhadora de plantão.
banner ad
logo
Fernanda Maia

Penedo - a Finlândia Brasileira

Tive o prazer de conhecer Penedo - RJ esse final de semana. A maior colônia finlandesa no Brasil é uma cidadezinha deliciosa perto da fronteira com Minas Gerais, cheia de fábricas de chocolate e decoração nórdica.

A cidade é famosa pela casa do papai noel, o clima de romance, o chocolate, as cachoeiras e a culinária diferenciada.

Para os mais aventureiros existem trilhas e haras ao redor da cidade. Para os naturalistas, belas cachoeiras. E para os ligados no lado gastronômico, como eu, fondues e chocolates para todos os lados!

No centro da cidade encontramos a Pequena Finlândia, um parque com ruas charmosas e lojinhas coloridas representando as pequenas cidades finlandesas, que são uma gracinha. Dentre elas a casa do papai noel no hemisfério sul, uma réplica quase exata da que fica na Finlândia, sobre o Círculo Polar Ártico, um pouco ao norte da cidade Rovaniemi, mas desde 1993 ele tem a sua casa "de verão" por aqui.


Quando entramos vemos uma árvore de natal cercada de presentes e potes de chupetas e mamadeiras que as crianças mandam ou entregam ao bom velhinho quando está na hora de abandonarem o hábito. A fofa agência de correios da mini-cidade (foto do topo do post) funciona como central do papai noel de modo que toda a correspondência destinada à ele é encaminhada à Casa de Papai Noel de Penedo.

Reservamos a Pousada Viking e que surpresa que foi chegar lá e encontrar um pessoal ensaiando dança finlandesa na varanda da casa. Já fomos recebidos em um clima super amistoso. O casal que é dono da pousada recebe a todos com a maior hospitalidade. O quarto que ficamos era amplo, gostoso e limpo. E o aquecimento do chuveiro podia ser feito por aquecimento solar (aprovado!) ou elétrico. Na manhã seguinte o café da manhã também foi muito bem estruturado, com muffins, pães, geleias e ovinho mexido feito na hora. Tudo ao som de uma trilha sonora deliciosa com o melhor da MPB e alguns clássicos do rock melódico que todo mundo conhece.

Vale a pena conhecer também a Casa do Fritz, um bar/restaurante no estilo alemão com um cardápio variado e muito gostoso e uma produção de cerveja própria, muito boas e que combinam perfeitamente com o clima da cidade. Portanto, não deixe de tomar pelo menos um chopp por lá.

A noite a dica é experimentar um dos rodízios de fondue, que são de dar água na boca. E depois, se você ainda tiver pique, curtir um som no Pub Irlandês da cidade, que sempre está animado, na noite de sexta (quando marcamos presença) tinha banda ao vivo. Entrada: 10 reais.



Outro ponto alto é o Clube Finlândia, onde acontecem os tradicionais bailes finlandeses. Uma tradição que vem sendo mantida desde a fundação do Clube Finlândia. Os donos das primeiras pousadas da cidade (todos finlandeses) costumavam levar os seus hóspedes para os bailes de Sábado. Nas noites chuvosas do verão muitos iam andando descalços pela lama das estradas de Penedo que ainda não eram asfaltadas, na entrada do Clube Finlândia havia um balde onde todos podiam lavar os pés e calçar os sapatos para dançar. Hoje em dia todos os hóspedes dos hotéis de Penedo podem usar seus carros para chegar no baile através da rua asfaltada e deixar os carros no estacionamento enquanto se divertem.

Como ainda não havia energia elétrica em Penedo, no início o baile era realizado com a luz dos lampiões e havia música ao vivo, o finlandês Markula tocava seu violino para animar a festa. Depois foi adquirida uma vitrola que funcionava quando se dava corda. Mais tarde o Clube adquiriu um gerador a óleo Diesel que iluminou as festas até a chegada da energia elétrica em Penedo, em 1970. Para saber a programação dos bailes basta entrar no blog do clube.

Agora que o inverno está começando você só precisa recolher suas botas, uma bela echarpe e partir pra Penedo!


0 comentários:

Postar um comentário

logo
Copyright © 2012 Champanhe e Gentileza.
Blogger Template by Clairvo